quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

A propósito do Dia de Reis

Senhor Reizinho

Quando à noite me deito
E o sono teima em não chegar
Invento um reino para eu governar.

Faço então como as fadas
Mas sem varinha de condão.

Abro uma mão
E logo aparece uma montanha
E em cima dela
Um lindo palácio de cristal.
Com a outra mão faço um sinal
E tenho assim
Um belo fato de cetim
Um ceptro e uma coroa.
Depois vem um cavalo
E um pajem que me ajuda a montá-lo.
E lá vou eu em grande cavalgada.

Mas depois …
Não me lembro de mais nada!

Poema de M. Carolina Pereira Rosa

Sem comentários: