segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O PAI NATAL PEQUENININHO

Ainda a propósito do Natal - e talvez à laia das Janeiras... - a Sala Verde veio oferecer ao Folhas o livro que construiu a partir de uma história de Natal que os meninos ouviram na biblioteca: O pequeno Pai Natal.



Obrigado! Aqui fica esse reconto.
CAPA

CONTRACAPA

Era uma vez um Pai Natal que gostava de fazer, ele próprio, as prendas com muita antecedência.


Este Pai Natal era muito pequeno, o que fazia com que os outros Pais Natal e o chefe dos Pais Natal não quisessem a sua colaboração.

O Pai Natal ficava triste e à noite ia pela floresta escura e pensava nos colegas que andavam a distribuir as prendas nos seus trenós.

Numa dessas noites ouviu os animais a queixarem-se de que eram esquecidos pelo Pai Natal e que nunca recebiam nada.
Foi buscar as prendas que tinha feito e distribuiu-as pelos animais, que ficaram muito felizes!
A partir desse ano os animais nunca mais foram esquecidos.


Sem comentários: