quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

AS FAMÍLIAS ADEREM AO CONTO CONTIGO! VIVA!

Pois é, amiguinhos, hoje foi um dia SUPER HIPER MEGA ESPECIAL para o Folhas! (E para a Ana também!)

Vejam aqui porquê, e depois destas maravilhosas imagens a Ana e o Folhas vão escrever mais um bocadinho! (Até já, aqui mais abaixo, a seguir às fotos! Temos muuuiiito que contar e que conversar convosco!)


Tivemos a mãe da Carolina Dias no Conto Contigo! Estávamos desejosos de que esta actividade começasse, tanto, tanto, que mal tocou para o intervalo das 10.30h, lá estavam todos os meninos e as meninas que tinham sido convidados (será que engoliram o lanche inteiro???!!!).

Até o Folhas estava super desejoso de que tudo começasse e a Ana que o diga! - sabem o que o Folhas faz à Ana quando está cheio de vontade de fazer, dizer ou "pensar alto" alguma coisa, não sabem? Pois é, põe-se a bichanar no ouvido da Ana (e às vezes nos dois ouvidos ao mesmo tempo!) com tal fúria que a Ana fica cheia de cócegas e comichões, e já estão a ver que foi mesmo o que aconteceu hoje!


Aqui podes ler mais sobre este livro.


E a história começou...


... e no final as palmas dos ouvintes atentos
mostraram à nossa contadora-leitora
como foi apreciada esta hora do conto que nos proporcionou!


 E este Conto contigo não terminou mal a história findou, não senhor!
Ora vejam:


A Carolina e a mãe quiseram contar-nos outra história...
Sabem qual?
A história desta história! Ficaram baralhados?

O Folhas explica:

Às vezes os livros - e as histórias que eles guardam lá dentro - vêm parar à nossa vida por motivos especiais. É mais uma das razões pelas quais os livros são bons amigos e companheiros!

Foi o caso deste livro.

O Folhas e a Ana vão contar, porque a Carolina e a mãe autorizaram a que abríssemos um cantinho deste segredo...

Num dia de mau-humor da Carolina - e quem já não teve dias assim, em que achamos que tudo está ao contrário do que devia estar e toda a gente parece que está a fazer de propósito para nos irritar - o pai ofereceu-lhe este livro e, após a leitura a história, aquele mau humor tinha desaparecido por artes de berliques e berloques! E o Folhas está aqui a dizer-me: "Ana, escreve que nós, os livros, temos o condão de fazer magias!"

OBRIGADO À CAROLINA, 
À MÃE
E À MANA MAIS CRESCIDA
QUE TAMBÉM VEIO DAR APOIO!

Até breve,
pois os meninos e meninas que assistiram
querem que a mãe Susana volte
e o Folhas fez-lhes um desafio às três...

Vamos ver se elas aceitam!

5 comentários:

Galega Encarnada disse...

Olha que bonito! A minha ex-aluna aqui e a sua mãe numa actividade muito boa, hem, ó Folhas? Hoje os meninos que foram assistir não tiveram oportunidade de nos contar, mas amanhã, logo de manhãzinha, vou pedir para nos contarem e a vermos estas fotografias ...
Beijinhos,
Leonor

voo do tapete disse...

Tens razão, Leonor, foi MESMO muito bonito e especial este Conto contigo!

Folhas

Galega Encarnada disse...

FOI UMA HISTORIA MUITO BONITA. A CAROLINA ESTÁ BEM.
EDUARDO E MATIAS e Diogo Daniel


Agora sou eu que escrevo, a Leonor. Ó Folhas, sabes que estes meninos escreveram estas 2 frases como se fosse um ditado? Tivemos esta ideia agora e foi muito boa.
Estes meninos recontaram a história e à tarde a Lena traz a história, porque a tem lá em casa, para eles a contarem com o auxílio do livro.
Beijinhos,
Leonor

voo do tapete disse...

Amiguinhos,

Sabem que eu desconfio que o Folhas também deve andar por aí escondido, pela vossa Sala, a dar-vos essas ideias fantásticas!

Eu sei que ele às vezes sai de mansinho da Biblioteca... Ora para onde irá ele? Cá para mim vai visitar os meninos às salas... O que é que vocês acham?

Quando tiverem assim ideias fabulásticas que tenham a ver com livros... palavras... letras... se calhar é o Folhas que anda por aí e também está a pensar convosco!

Comigo ele faz isso, eu sinto MESMO que algumas das ideias que eu tenho para fazer as actividades com os meninos na Biblioteca vêm da cabecinha do Folhas!

Sabem, ele é um dos meus GRANDES AMIGOS!

Beijinhos

Ana

Galega Encarnada disse...

Todos temos, ou devíamos ter, Folhinhas na cabeça, não achas, Folhas?